terça-feira, 24 de novembro de 2009

Depoimento da Ex-Ministra da Saúde da Finlândia

As questões relativas à Saúde Pública deveriam ser objeto de permanente monitoramento pelos agentes de governo. Sejam de que partido, religião, sexo, ou outras divisões possíveis de se encaixar as pessoas neste nosso "mundo maravilhoso".

Em tempo: coloco comentário que recebi de uma pessoa amiga, esclarecendo sobre a senhora que faz as declarações.
Quem fez a primeira exposição dessa entrevista cometeu um erro - ela não foi ministra mas funcionária do governo da Finlândia - e isso tem servido para os capitalistas tentarem desqualificar o conteúdo das opiniões dela. Ela nada mais fez do que descrever como eles agem: manhosamente, criminosamente, prejudicialmente ao conjunto da humanidade. É um mundo controlado pela ambição do poder, do lucro, da insensatez gananciosa, que destrói o meio ambiente e explora vergonhosamente as pessoas.
Aproveito para agradecer a atenção que me foi dispensada pelo amigo Alceu, prestando esse esclarecimento.

Abaixo um vídeo que deve ser ao menos conhecido, de forma a permitir um princípio de avaliação e debate. Não se trata de dar ou não a autenticidade ao fato (contido no vídeo) em si.

Trata-se de começarmos a observar quais são as políticas públicas efetivas e práticas para garantir a saúde de todos.

O que venho observando é que os governantes (acho que ainda temos de chamá-los assim) estão muito mais preocupados em identificar novas possibilidades de doenças para poderem aproveitar os grandes volumes de recursos que lançam mão para "atender à população".