sábado, 20 de dezembro de 2008

"FUNDO SOBERANO" - A QUEM OS SINOS DOBRAM...

Estarrecido li a matéria de que o Senado aprovou no dia 18/12/08 o Projeto de Lei que cria o Fundo Soberano.

O senador Aloizio Mercadante (PT-SP), relator do projeto, defendeu a criação do Fundo, “como um instrumento de defesa da produção e do emprego em épocas de crise. A capacidade de investimento tem de ser preservada”. A pergunta ao Senador: O que é Capacidade de Investimento? Vossa Excelência está defendendo a Produção e o Emprego de quais países? Como é que o Brasil entra nessa?

Segundo a própria notícia, se os recursos do fundo forem sancionados, deverão ser usados apenas para investimentos e inversões financeiras sob aquisição de ativos financeiros externos, mediante aplicação em depósitos especiais remunerados em instituição financeira federal ou pelo Ministério da Fazenda, nas cotas do Fundo Fiscal de Investimentos e Estabilização (FFIE), que deverá ser instituído.

A questão dos sinos está realmente na finalidade dita na notícia de que "os recursos serão usados apenas para investimentos e inversões financeiras sob aquisição de ativos financeiros externos".

Será que isso significa o que estou entendendo? Será que os recursos de várias origens serão juntados para adquirir títulos estrangeiros que se encontram na iminência de se tornarem "podres"?

Socorro! Que Deus nos Ajude...