domingo, 6 de setembro de 2009

É como diz Santo Agostinho…

A natureza bela Cada um de nós percebe a presença do Mestre em variados momentos da vida.

Na minha vida tive a felicidade de perceber a presença de vários deles em variados momentos…

Um desses mestres foi meu Pai! Mesmo sem poder falar nos últimos dez anos de sua vida me proporcionou a sabedoria de suas palavras, que ainda ouço vivas em minha mente (ou será no coração que ficam esses nossos ouvidos, tão especiais?).

A lição mais marcante foi sobre a Vida!

Apesar de toda a dor que sofria todos os dias em cada hora. Ele disse a frase que me marca profundamente:

A Vida Vale a Pena! A Vida Sempre Vale a Pena!

Ao ler estes versos – atribuídos a Santo Agostinho – não pude deixar de lembrar das palavras de meu Pai. Veja, a seguir, os versos:

A MORTE NÃO É NADA

"A morte não é nada.

Eu somente passei para o outro lado do Caminho.

Eu sou eu, vocês são vocês,

O que eu era para vocês, eu continuarei sendo.

Me dêem o nome que vocês sempre me deram,

falem comigo como vocês sempre fizeram.

Vocês continuam vivendo no mundo das criaturas,

eu estou vivendo no mundo do Criador.

Não utilizem um tom solene ou triste, continuem a rir

daquilo que nos fazia rir juntos.

Rezem, sorriam, pensem em mim.

Rezem por mim.

Que meu nome seja pronunciado

como sempre foi, sem ênfase de nenhum tipo.

Sem nenhum traço de sombra ou tristeza.

A vida significa tudo o que ela sempre significou,

o fio não foi cortado.

Porque eu estaria fora de seus pensamentos,

agora que estou apenas fora de suas vistas?

Eu não estou longe, apenas estou do outro lado do Caminho...

Você que aí ficou, siga em frente...

A vida continua, linda e bela como sempre foi."

(Santo Agostinho)