quinta-feira, 20 de janeiro de 2011

Sonhos e reivindicações se misturam no Cantagalo e Pavão-Pavãozinho

Clique para ver a matéria => Sonhos e reivindicações se misturam no Cantagalo e Pavão-Pavãozinho

Claro que os acontecimentos dos últimos 45 dias deixaram todos muito distantes da realidade que acontecia, no Rio de Janeiro, até o final de novembro de 2010 (faz tempo. Isso deverá justificar a ausência de novas notícias ou mesmo o interesse da população em geral).

A memória do brasileiro é do tipo 'espelho'; só é discutida se estiver diante do seu nariz. Isso explica a razão pela qual tantos políticos são eleitos e reeleitos todas as vezes.

Neste artigo dá para perceber a grande distância que existe entre o chamado Poder Público e a população.

Ou será que fazer trabalhos preventivos, oferecendo EDUCAÇÃO, SAÚDE e SEGURANÇA deixaram de ser atribuição do Estado?

Acho que a população deveria entender que NÃO PRECISAMOS de Prefeito, Governador ou Presidente da República. APENAS QUEREMOS UM SÍNDICO que tome conta das coisas essenciais, zelando pelo Bem público e prestando regularmente suas contas. Com toda transparência!

É isso aí...