terça-feira, 25 de janeiro de 2011

Uma boa proposta, finalmente!

Dilma vai propor corte de tributo para incentivar emprego formal - Economia - iG

Excelente proposta! Será um grande incentivo para que as empresas regularizem a situação de seus empregados.

Sem considerar os custos administrativos das empresas em geral, necessários para controlar tantas situações específicas que o registro de um trabalhador requer, há uma grande variedade de tributos que oneram significativamente a folha de salários.

Se um funcionário receber um salário de R$ 1.000,00 por mês, ao final de 1 ano haverá a seguinte situação, apurada de forma simplista, a empresa despenderá cerca de R$ 25 mil e o Empregado receberá cerca de R$ 12,5 mil (com 13o salário e férias). A diferença de R$ 12,5 mil vai distribuída em várias guias para o Governo, sendo uma parte destinada ao Fundo de Garantia, com juros inferiores aos da poupança.

A dificuldade da Presidente será em fazer qualquer redução que não agrave, ainda mais, a questão da previdência, que ninguém quer definir...

Vamos torcer, de qualquer forma, para que tudo dê certo!