sexta-feira, 25 de março de 2011

Água e Águas

respingo Quando houve a festa comemorando a retirada de petróleo do pré-sal, presentes notórias personalidades do mundo político brasileiro, houve um momento de profunda reflexão quando, em palavras aproximadas às transcritas a seguir, o Presidente pergunta a um Engenheiro Geólogo da Petrobrás:

- “Este litro de petróleo foi retirado de uma enorme profundidade, com a necessidade de elevado investimento e recursos incríveis. Ainda assim um litro de água custa mais caro que um litro de petróleo. Como você explica isso? Ainda mais sabendo que água é abundante; e muito mais fácil de ser obtida?”

Até por uma questão de educação e até de respeito o Engenheiro buscou colocar alguma resposta para a inadequada, imprópria e totalmente descabida pergunta do então senhor Presidente da República do Brasil.

Ainda assim, temos de considerá-la de enorme relevância. Pois esse é o tipo de pensamento da grande marioria de pessoas que existe no mundo (excluo aquelas que vivem em desertos e sabem muito bem o valor de um simples litro d’água).

Sob esse prisma (a diversidade de entendimento sobre a importância da água) foi publicado na revista Missões, um artigo de Roberto Malvezzi, que trata desse nosso momento: Água e Águas.

Há algum tempo recebi uma foto que mostra, quem sabe, a raiz da controvérsia junto a algumas personalidades.

Lula bebendo